Resultados recomendados

Espectrômetros Raman

Espectrômetros Raman

Cora: Analisador Raman compacto

Cora, o espectrômetro Raman compacto da Anton Paar, é usado em laboratórios de análises para identificar substâncias desconhecidas, confirmar a identidade de substâncias em procedimentos de garantia de qualidade e para analisar a composição química de amostras em instituições de pesquisa e em P&D.

A série Cora 5X00 proporciona o desempenho de um instrumento de bancada e pode ser transportado, devido ao seu tamanho pequeno. O escopo de aplicação se estende de inspeções na chegada de mercadorias na indústria a controles governamentais e aplicações acadêmicas.

A série Cora 7X00 foi criada para aplicações de pesquisa acadêmica e industrial. Essa série proporciona espectro com alta resolução e baixo ruído, apesar de um tamanho pequeno de instrumento. Isso permite a medição de amostras com baixas propriedades de disseminação Raman ou de baixas concentrações.

Entre em contato

Anton Paar Produtos

Sua escolha: Redefinir todos os filtros X
Normas
Tipo de dispositivo
Mostrando a de

5 razões

Variedade máxima de amostras

Todos os tipos de amostras ativas para Raman podem ser medidos usando os espectrômetros Raman Cora. Para amostras de baixa fluorescência, comprimentos de onda mais curtos (532 nm e 785 nm), crie um sinal Raman forte que seja ideal para finalidades de identificação ou de análise química. Forte fluorescência na amostra, que se sobrepõe ao sinal Raman, pode ser reduzida usando um laser de 1064 nm, que também está disponível com os espectrômetros Raman. Os espectrômetros Cora de dois comprimentos de onda (Cora 5500, Cora 5600 e Cora 5700) proporcionam dois comprimentos de onda integrados por padrão. 

Alta tolerância para propriedades de amostra

Espectrômetros Raman Cora são adequados para amostras com diferentes propriedades. Líquidos, géis, sólidos ou pós podem ser medidos, de forma que pode ser replicada, usando sondas de fibras ou suportes de amostras especiais. 

Volume da amostra reduzido

Usando espectrômetros Raman, apenas pequenas quantidades de amostra são necessárias para obter a análise, o que é importante ao manusear amostras ou substâncias caras, com baixa produção de síntese. Apenas 0,5 µL de benzonitrila (uma gota muito pequena) ou 0,5 mg de enxofre (a ponta de uma espátula) já gera um sinal claro e de baixo ruído. Isso ocorre devido à alta sensibilidade do espectógrafo, com sua grade de transmissão e a capacidade de focar o feixe do laser na área da amostra com precisão de µm. Como a espectroscopia Raman é uma tecnologia não destrutiva, a amostra pode ser reutilizada depois da medição. 

Baixo limite de detecção

Os espectrômetros Raman Cora são ideais para a análise de baixas concentrações. Uma solução aquosa de 0,16 M de sulfato de sódio ou uma solução de sulfato de amônia já fornece espectro de Raman identificável. Os baixos limites de detecção são fornecidos devido à alta sensibilidade da óptica otimizada, que resulta da alta taxa de produção da grade de transmissão, especialmente produzida para o instrumento. 

Necessidade de pouco espaço

A necessidade de espaço do espectrômetro Raman Cora é baixa: Um instrumento da série Cora 5X00 é do tamanho de um livro de laboratório aberto e pode ser operado sem um PC adicional. Devido ao seu design compacto, um instrumento Cora 7X00 se encaixa em um rack de 19 pol. (48 cm).